Na hora de fazer uma reforma, contratar um decorador faz toda a diferença. Saiba quando você deve pedir a ajuda desse profissional.

O que antes costumava ser um serviço que apenas os mais ricos contratavam, hoje é visto como um diferencial necessário para muita gente. Todo mundo sabe o quanto uma reforma pode causar inúmeros transtornos, seja na hora de comprar os móveis e materiais ou acompanhar as obras. Isso porque é preciso pensar em diversos detalhes. E a falta de conhecimento sobre decoração pode atrapalhar o andamento dessas tarefas.

A mudança para uma nova casa ou apartamento, a chegada de um novo membro da família ou, o simples desejo de repaginar um ambiente não precisa ser um grande problema na sua vida.

Com a ajuda de um profissional qualificado e com os conhecimentos necessários tudo isso pode ser bastante simples e fácil. Nesses casos, o decorador é o parceiro ideal para o planejamento e execução desses projetos.

Está considerando contratar um decorador para sua reforma? Este post te ajudará a tirar todas as suas dúvidas e a decidir qual é melhor momento para contratar esse profissional. Veja as principais dúvidas!

 

1. Quais as vantagens de contratar um decorador?

A reforma de uma casa, apartamento ou até mesmo de um único cômodo pode exigir muito tempo. Isso porque, além de ter que pensar bastante sobre como será a configuração dos móveis, as cores e objetos usados para decorar o ambiente, é preciso pesquisar, comprar materiais e acompanhar de perto a execução da reforma.

É importante também ter em mente que a falta de conhecimento sobre decoração pode fazer com que você precise de mais tempo para conseguir fazer tudo aquilo que você deseja para o novo lar. Sabendo disso, contratar um decorador para te ajudar com essa tarefa tão importante faz toda a diferença.

Mas afinal, o que o decorador faz?

  • É um profissional qualificado que entende muito bem sobre os tipos de materiais disponíveis no mercado;
  • Sabe sobre as cores de tintas, texturas, padrões, tipos de iluminação até a escolha de cada objeto decorativo;
  • Está por dentro de todas as tendências;
  • Tem experiência no assunto para sugerir as melhores ideias para sua casa;
  • Faz com que os ambientes fiquem realmente do jeito que você quer.

Ao contratar um decorador, você também não corre o risco de: passar horas e horas visitando lojas de móveis, escolher itens que no final das contas não se encaixam ou não combinam com o ambiente do jeito que você imaginava.

Uma grande vantagem de contratar um decorador é que ele pode te acompanhar nessas visitas e estar do seu lado no momento de escolher os materiais, acabamentos e móveis perfeitos.

Portanto, esse profissional vai te ajudar desde o planejamento da reforma até o acompanhamento de toda a obra, verificando se tudo está sendo feito conforme o plano.

 

2. O que eu preciso saber antes de contratar um decorador?

Como já foi mencionado, você não precisa necessariamente contratar um profissional para decorar a casa inteira. O decorador pode te ajudar mesmo nas tarefas mais pontuais, como redecorar um dos cômodos e até mesmo ir junto com você nas lojas para comprar móveis, ou te ajudar a encomendá-los nas dimensões e cores mais adequadas.

Por ser um especialista no assunto, o decorador vai fazer com que você otimize tempo e dinheiro.

O que preciso saber antes de contratar um decorador?

  • Definir o quanto pretende gastar com todo o serviço, deixando isso bem claro para o decorador;
  • Fazer com que o decorador conheça um pouco sobre você e seu estilo para criar um ambiente com a sua cara;
  • Informar como o espaço será utilizado, do contrário, o serviço pode não atender todas as suas expectativas.

Além disso, lembre-se que o decorador é responsável por cuidar do conforto e estética do ambiente. O que quer dizer que a execução de certas tarefas sugeridas por ele – como na parte elétrica e hidráulica – precisam ser feitas de forma segura pelos outros profissionais.

Um grande ponto positivo de contratar um decorador é que, geralmente, ele tem parcerias com outros profissionais – como pintores, arquitetos, engenheiros, carpinteiros, entre outros. O que elimina aquela dor de cabeça de ter que procurar recomendações de profissionais de confiança e que entreguem um serviço de alta qualidade.

 

3. Então, quando eu devo contratar um decorador?

Depois de tudo o que falamos até aqui, você já deve ter percebido como o trabalho do decorador pode facilitar a sua vida na hora de fazer aquela reforma tão esperada.

Porém, para isso, você precisa contratar um decorador antes de começar a colocar a mão na massa. Isso porque, ao pensar em todos os detalhes que vão tornar o ambiente mais funcional, o decorar pode sugerir, por exemplo, onde ficará cada interruptor, tomadas e luzes do ambiente. Todas essas tarefas demandam um bom planejamento.

Quando o assunto é decoração, o planejamento é fundamental.

Nenhum projeto de decoração deve ser feito sem antes pensar em todas as suas etapas para que tudo corra da melhor forma possível e sempre visando, acima de tudo, a economia de tempo e dinheiro.

Portanto, antes de começar a quebrar paredes e comprar todos os materiais para a reforma, esse profissional precisa entrar em cena. Muitas pessoas arriscam começar as obras antes de pedir a opinião do decorador e acabam tendo prejuízos ou gastos desnecessários. Já pensou comprar todos os pisos, azulejos e tintas e só depois perceber que não foram boas escolhas? É aí que o barato acaba saindo caro.

Por mais que a contratação de um decorador possa parecer uma frescura ou um luxo para aqueles que não têm tanto dinheiro assim para gastar com a reforma da casa ou apartamento, vale a pena quando você coloca tudo na ponta do lápis.

Ao escolher os itens perfeitos para o ambiente, o decorador é capaz de te ajudar a poupar dinheiro e, claro, muito do seu tempo.

O que achou do nosso post? Não deixe de compartilhar sua opinião com a gente nos comentários!