Foi-se o tempo em que concreto aparente e cimento queimado eram apenas coadjuvantes nas construções e reformas dos lares, seja em casas ou apartamentos. A versatilidade e modernidade desses materiais têm feito com que eles sejam cada vez mais usados tanto em ambientes internos quanto externos.

Quer saber como usar concreto aparente e cimento queimado na reforma da sua casa? Então, não deixe de continuar lendo o post e entenda melhor por que eles são tão queridos quando se trata de trazer um ar moderno e cheio de estilo para diferentes espaços.

Concreto aparente e seu charme contemporâneo

É comum que as pessoas pensem que o concreto aparente diz respeito a um revestimento feito de cimento, mas não é o caso. Mais do que apenas um acabamento, o concreto aparente é um material que faz parte da própria estrutura de paredes, vigas e lajes de uma construção. E, o melhor de tudo é que ele dispensa o uso de reboco e revestimento.

Outra grande vantagem do concreto aparente é a possibilidade de moldá-lo, o que confere uma maior autenticidade para os ambientes. Também acaba sendo uma ótima opção para quem gosta de personalização e de criar espaços que tenham tudo a ver com o seu próprio estilo. Até pouco tempo, ele era visto como algo mal-acabado, mas a neutralidade do tom acinzentado passou a ser uma alternativa moderna capaz de conferir um toque minimalista especial a diferentes espaços.

Além de fachadas e paredes, o concreto aparente também pode ser usado em ambientes internos para a criação de peças de mobiliário, como bancadas e painéis.

Portanto, as possibilidades de uso são inúmeras, conferindo uma aparência interessante e contemporânea para diferentes elementos e peças de decoração. Mas, saiba que a aplicação do concreto aparente precisa ser feito por profissional qualificado e caprichoso, para que a estrutura fique bem-acabada.

Cimento queimado: econômico e versátil

O cimento queimado sempre foi muito usado nas residências brasileiras por conta do seu preço. Ele é barato pelo fato de ser composto basicamente de cimento e areia. A técnica de aplicação consiste em jogar pó de cimento sobre a argamassa ainda mole. Seu ar de modernidade tem feito com que o cimento queimado volte a ser uma tendência, principalmente nas composições de ambientes de estilo industrial.

Além de ser uma opção econômica, o cimento queimado é um material sustentável e bastante versátil, já que ele pode ser usado como revestimento para chão, paredes e móveis. 

Resistência e fácil conservação também são algumas das características do cimento queimado. Isso faz com que ele seja usado em diversos tipos de ambientes.

Porém, por ser bastante liso, não é indicado para ambientes que são molhados com frequência. Por isso que o cimento queimado não deve ser usado em pisos e paredes de banheiros, por exemplo, pois o material pode reagir com sabonetes e xampus e acabar se degradando rapidamente. Além disso, ele ainda tem a vantagem de ajudar a manter as temperaturas dos ambientes mais amenas.

Já sabe se concreto aparente e cimento queimado são boas opções para sua reforma? Conte para gente!